Month: fevereiro 2018

Divulgados gabaritos e padrões de resposta do Enade 2017

Estão disponíveis para consulta e download os gabaritos definitivos do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2017 e os padrões de resposta das questões discursivas.
Nesta edição foram avaliados estudantes concluintes dos cursos que conferem diploma de bacharel nas áreas de: arquitetura e urbanismo; engenharia ambiental; engenharia civil; engenharia de alimentos; engenharia de computação; engenharia de controle e automação; engenharia de produção. Bacharelado ou licenciatura nas áreas de: ciência da computação; ciências biológicas; ciências sociais; filosofia; física; geografia; história; letras – português; matemática e química. Licenciatura nas áreas de: artes visuais; educação física; letras – português e espanhol; letras – português e inglês; letras – inglês; música e pedagogia; além dos cursos tecnólogo nas áreas de análise e desenvolvimento de sistemas; gestão da produção industrial; redes de computadores e gestão da tecnologia da informação.

 

Fonte: IPAE 121 – 28/02/18

Prazo para confirmação de pré-aprovados em primeira chamada termina nesta sexta-feira, 23

Termina nesta sexta, 23, o prazo para comprovação das informações dos candidatos pré-aprovados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni). O procedimento deve ser feito na universidade onde o candidato vai estudar, sendo requisito para garantir a vaga.
As informações a serem comprovadas dizem respeito ao cadastro e à renda, tanto do candidato quanto do seu grupo familiar, e à comprovação de residência, entre outros tópicos. Além disso, a instituição de ensino poderá solicitar informações complementares.
O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em cursos de graduação de instituições privadas de educação superior. Nesta edição, foram ofertadas aproximadamente 243 mil bolsas. Dessas, 113.863 são integrais e 129.124, parciais. As integrais se destinam aos estudantes com renda per capita de até 1,5 salários mínimos. Já as bolsas parciais contemplaram os candidatos que têm renda familiar per capita de até três salários mínimos.
Poderão concorrer à primeira opção de curso aqueles que não foram pré-selecionados nas chamadas regulares ou foram pré-selecionados só na segunda opção de curso, nas situações em que não houve formação de turma.
O processo seletivo é composto por duas chamadas sucessivas. A segunda chamada está prevista para ser divulgada em 2 de março. No mesmo dia, terá início a comprovação de informações da segunda chamada. O prazo se encerra em 9 de março. Em caso de não aprovação, o prazo para manifestar interesse na lista de espera é de 16 a 19 de março.

 

Fonte: IPAE 105 – 02/18

Ministério da Educação reconhece 58 novos cursos de pós-graduação

O Ministério da Educação (MEC) publicou nesta quarta-feira, 21, duas portarias com homologação de pareceres da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação (CNE) que reconhecem cursos de pós-graduação stricto sensu aprovados pelo Conselho Técnico-Científico – (CTC) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) em reuniões realizadas em 2016 e 2017. Ao todo, estão homologados 58 novos cursos de pós-graduação.
Nos termos da legislação vigente, somente têm validade nacional os diplomas de mestrado (acadêmico e profissional) e de doutorado reconhecidos pelo Conselho Nacional de Educação/MEC com base na avaliação realizada pela CAPES. Este ato de reconhecimento é reservado aos cursos que obtêm como resultado do processo de avaliação de proposta de curso novo nota igual ou superior a 3, na escala de 1 a 7 adotada para este fim.
Após a avaliação da CAPES, os mestrados e doutorados recomendados passam pela aprovação do CNE e, só após a publicação do ato do ministro da Educação, os mesmo são definidos como reconhecidos. Com o reconhecimento, passam a ter validade nacional e compor o Sistema Nacional de Pós-Graduação.

 

 

(IPAE 097 – 02/18

Inscrições para bolsas do ProUni serão abertas

 

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) poderão ser feitas a partir desta terça-feira (6), até 9 de fevereiro. Os estudantes interessados em participar da seleção oferecida no primeiro semestre de 2018 devem se inscrever na página do programa. O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.
Podem concorrer brasileiros sem diploma de curso superior, que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 e não tenham zerado a prova.
É necessário, ainda, que o candidato atenda a alguns requisitos, como ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral, possuir alguma deficiência, ser professor da rede pública ou estar enquadrado no perfil de renda exigido pelo programa.
O processo seletivo é composto por duas chamadas sucessivas e a previsão é de que o resultado com a lista dos candidatos pré-selecionados na primeira chamada seja divulgado em 14 de fevereiro. A segunda chamada está prevista para ser divulgada em 2 de março.

FONTE: IPAE 026  – 07/02/18

Instituições da educação superior devem responder censo até abril

A pesquisa reúne informações sobre cursos de graduação presencial, a distância e sequenciais, além de dados sobre inscrições, matrículas e alunos.

As instituições públicas e privadas de ensino superior terão dados coletados para o censo da área. Os dados devem ser lançados, a partir de 1º de fevereiro (quinta-feira), em um formulário online. A coleta é feita pelo Instituto de Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O Censo de Educação Superior (Censup), referente a 2017, pode ser feito até o dia 24 de abril.

Segundo a Agência Brasil, o levantamento se propõe a relacionar as vagas oferecidas, inscrições, matrículas, número de alunos ingressantes e concluintes e, ainda, informações sobre docentes. A pesquisa será feita no âmbito de graduações presenciais, cursos ministrados a distância e na modalidade sequencial. O censo permitirá também que se conheça a condição de recursos tecnológicos proporcionados a pessoas com deficiência.
As estatísticas são necessárias para a orientação de políticas do Plano Nacional de Educação. Assim, o Ministério da Educação estabelece metas de qualidade a serem atingidas de 2014 a 2024.
O levantamento estatístico realizado anualmente pelo Inep reúne informações sobre as instituições de ensino superior, seus cursos de graduação presencial ou a distância, cursos sequenciais, vagas oferecidas, inscrições, matrículas, ingressantes e concluintes e informações sobre docentes nas diferentes formas de organização acadêmica e categoria administrativa.

Fonte: Portal EsBrasil

Resoluções e Portarias envolvendo o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) – Informativo SEMERJ

Foram publicados hoje diversos instrumentos envolvendo o FIES. A Resolução do FNDE n. 15/2018 estabelece o valor de R$ 42.983,70 (quarenta e dois mil, novecentos e oitenta e três reais e setenta centavos) como o teto máximo de financiamento para realização de aditamentos de renovação semestral no âmbito do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), relativamente aos contratos formalizados até o 2º semestre de 2016.

Resolução do FNDE n. 16/2018 estabelece o valor semestral máximo e mínimo de financiamento no âmbito do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para os contratos formalizados a partir do 1º semestre de 2017, cabendo ao estudante arcar com a eventual diferença: I – Valor máximo de financiamento: R$ 30.000,00 (trinta mil reais). II – Valor mínimo de financiamento: R$ 300,00 (trezentos reais).

Esses parâmetros serão implementados pelo Agente Operador diretamente no Sistema Informatizado do Fies (SisFIES).

Resolução do FNDE n. 17/2018, por sua vez, autoriza o Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) a editar atos normativos que tratem da contratação de seguro prestamista com cobertura para as hipóteses de morte ou invalidez permanente do estudante financiado pelo Fies, aprovando os requisitos mínimos, os serviços prestados, o custo do serviço e as coberturas estipuladas na Nota Técnica nº 1/2018/COSIF/CGFIN/DIGEF, processo SEI/FNDE nº 23034.054994/2017-49, na forma do anexo à referida portaria, a serem observados pelas empresas seguradoras que vierem a ofertar propostas aos estudantes financiados de seguro prestamista.

Resolução do FNDE n. 18/2018 estabelece o percentual de financiamento dos encargos educacionais de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita em reais e o encargo educacional cobrado pela instituição de ensino superior (IES) em reais, observando a fórmula disponível no texto da Resolução.

Resolução do FNDE n. 19/2018 estabelece o cálculo do valor do pagamento mínimo durante a fase de amortização dos contratos de financiamento do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), formalizados a partir do 1º semestre de 2018, conforme fórmulas disponíveis no texto do instrumento.

Resolução do FNDE n. 20/2018 altera as Resoluções nº 3, de 13 de dezembro de 2017; nº 6, de 13 de dezembro de 2017; nº 7, de 13 de dezembro de 2017 e nº 12, de 13 de dezembro de 2017, definindo novos parâmetros para beneficiados de convênios com entides, descontos, cobrança de gastos operacionais do FIES, dentre outras disposições.
Informativo SEMERJ – 01-02-2018