EVENTOS

MEC ANUNCIA PESQUISA COM IES PARA APRIMORAR NOTA TÉCNICA SOBRE DIPLOMAS DIGITAIS

Embora seja grande a expectativa do setor particular de educação superior pela publicação de norma técnica que detalhe o processo de emissão e registro do diploma digital, a representante da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESu/MEC), Cristiane Dias Leipiane, informou que a não publicação do documento até o momento se deu em virtude da decisão de divulgá-lo acompanhado de uma pesquisa de avaliação. De todo modo, a previsão é de que tudo seja disponibilizado até a próxima semana.

A declaração foi feita durante o ABMES Regional realizado nesta terça-feira (21), no Rio de Janeiro/RJ, que reuniu mais de 140 representantes de instituições de educação superior (IES) de todo o estado e também de outras unidades da Federação situadas na região Sudeste.

De acordo com Cristiane, as IES serão convidadas a se manifestarem a respeito da nota que vai orientar sobre a aplicação e o uso do Pacote XSD, necessário para a emissão do diploma digital conforme previsto na Portaria MEC nº 554/2019. “A instituição não vai ser identificada, apenas precisará indicar sua categoria e organização acadêmica. Então, fiquem à vontade para se manifestar. Queremos saber qual é o real nível de satisfação com relação à nota técnica”. Para isso, além das questões de múltipla escolha, o formulário contará com campos para a manifestação aberta de cada instituição.

Ainda sobre a nota, como intuito é auxiliar as IES na compreensão das especificidades técnicas para a emissão e o registro do diploma digital, o Ministério da Educação (MEC) solicita que as instituições envolvam suas equipes de tecnologia da informação (TI) para expressarem seus pareceres técnicos. Assim que a pesquisa for disponibilizada, todos serão comunicados por meio do e-MEC.

Educação superior no RJ
Com base nos dados do último Censo da Educação Superior divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas, apresentou o cenário da educação superior no estado do Rio de Janeiro.

Ele chamou a atenção para a relevância da educação a distância para a obtenção do crescimento médio anual de 3,1% no número de matrículas, segundo melhor desempenho da região Sudeste entre 2010 e 2017. Contudo, Caldas alertou para o fato de o índice estar abaixo do verificado nacionalmente. “No mesmo período a evolução média do número de estudantes na educação superior no Brasil foi de 3,8%”.

Visando facilitar na tomada de decisões pelas instituições, também foi apresentado o perfil do estudante no estado: 56% de mulheres, 48% com até 24 anos, 33% de brancos, 54% de egressos do ensino médio em escolas públicas e 58% pertencentes às classes CDE.

Financiamento da inovação
Também presente ao evento, o analista de Projetos da Financiadora de Inovação em Pesquisa (Finep), Renato Magalhães de Souza, apresentou o Finep Educação. A iniciativa possui condições especiais para as instituições de educação superior que tiverem projetos aderentes às temáticas do programa.

Segundo ele, a motivação surgiu por conta das novas tecnologias, da necessidade de as instituições se diferenciarem no mercado e também de formarem melhor seus alunos. Para isso, foram definidas quatro linhas prioritárias: personalização do ensino; metodologias ativas; recursos educacionais digitais para ensino-aprendizagem; e ambientes, estratégias e processos promotores de inovação.

A ABMES estabeleceu parceria com a Finep no sentido de facilitar o atendimento às mantenedoras associadas. Os interessados devem entrar em contato por meio do e-mail educacao@finep.gov.br.

Chamado à união
Como o evento também tem como objetivo unir o setor particular de educação superior em torno de agendas propositivas, Celso Niskier, diretor presidente da ABMES, ressaltou a importância dessa união para o alcance dos resultados que o país necessita no contexto da educação superior.

“No seu âmbito especifico, todo mundo compete, natural, mas em termos de economia e setor temos que colaborar porque juntos vamos produzir resultados para todos. Assim, seremos mais fortes, eficazes, produtivos e impactaremos na vida dos estudantes e da sociedade”, afirmou Niskier.

Também participaram do encontro o especialista em avaliação da educação superior, Paulo Chanan, que com linguagem clara e simples desmistificou diversos pontos em relação ao diploma digital; Jean Martina, professor de Segurança da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que compartilhou a experiência da instituição no desenvolvimento e implementação do seu sistema de emissão de diploma digital, além do diretor de Regulação da Educação Superior (Seres/MEC), Marco Aurélio de Oliveira.

Fonte: Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES

Ver a matéria original clique aqui.

Universidade Corporativa SEMERJ

TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR:
A ÁREA ACADÊMICA

 

Nos rumos da indústria 4.0 – integrante de um mundo caótico, volátil e incerto – o questionamento da universidade atual é tido como inevitável.

  • Como formar um tecnólogo, bacharel ou licenciado com os saberes até aqui reunidos se o egresso lidará com um mundo em profunda transformação?
  • Como preparar este profissional para o mercado de trabalho futuro, se a OCDE prevê a extinção de 60% das ocupações atuais antes da sua aposentadoria?

Currículos, professores, estudantes e modalidades, tudo será diferente. Esse evento então se propõe a investigar quais são os rumos dessa Universidade 4.0.

 

  • PÚBLICO-ALVO
    Mantenedores, Reitores, Pró-Reitores, Diretores e Coordenadores de Curso

 

  • PROGRAMAÇÃO:
    09h00: Abertura
    09h15: Os reflexos das tecnologias na área acadêmica das IES e as novas regras para emissão e registro de diploma por meio digital – Prof. João Roberto Alves, Presidente do IPAE
    09h45: A aprendizagem e a formação em transformação – Prof. Dr. Maximiliano Damas, Pró-Reitor da Unicarioca
    10h45: Grupos de discussão a partir da pauta anterior
    11h15: Coffee-break
    11h30: A sala de aula e o professor em transformação – Prof. Dr. Alexandre Nicolini, Coordenador da UC-Semerj
    12h30: Grupos de discussão a partir da pauta anterior
    13h00: Encerramento

 

  • DATA E HORÁRIO
    DATA: 11 de abril de 2019 (quinta-feira)
    HORÁRIO: 9 às 13 HORAS
    LOCAL: Av. Rio Branco, 277, Sala 1410, Centro, Rio de Janeiro

 

  • INVESTIMENTO:
    IES Associada: – R$200,00 por participante
    IES Não Associada: R$500,00 por participante

 

  • INSCRIÇÕES ENCERRADAS

Audiência com o ministro da Educação

Rui Otávio Bernardes de Andrade, Vice-Presidente Executivo Semerj, Ricardo Vélez Rodríguez, Ministro da Educação e Prof. Celso Niskier, Vice-Presidente Semerj

Rui Otávio Bernardes de Andrade, Vice-Presidente Executivo Semerj, Ricardo Vélez Rodríguez, Ministro da Educação e Prof. Celso Niskier, Vice-Presidente Semerj

Audiência com o ministro da Educação
Realizado na sede do Ministério da Educação, em Brasília/DF, o encontro foi uma iniciativa do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular com o objetivo de apresentar as lideranças do setor ao novo ministro, bem como se colocar à disposição para o diálogo e a atuação conjunta, marcas que caracterizam o Fórum desde a sua fundação.

Seminário A Certificação das Entidades Beneficentes de Assistência Social na educação

PROGRAMA:

Data: 19/09/2017
Local: Av. Rio Branco, 277 – Centro – Rio de Janeiro  
09H00: Credenciamento

09h30: As implicações da Portaria nº 15 de 11 de agosto de 2017, que regulamentou a Lei nº 12.101, de 2009 e que trata do processo de certificação de entidades beneficentes de assistência social com atuação na área da educação.

10h30: Coffee break

10h45: Aplicação da decisão das ADI,s 2028- DF, 2.036- DF e 2.621-DF, nos processos de Cebas, protocolados antes da Lei nº 12.101/2009, ou seja,  até  29 de novembro de 2009.

Expositores: Dr. José Roberto Covac e Dr. Kildare Araújo Meira

Seminário
A Certificação das Entidades Beneficentes de Assistência Social na educação

Investimento
. Associado SEMERJ – 1º participante gratuito; R$100,00 demais participantes;
. Não associado – R$ 400,00 (quatrocentos reais) por participante

 

Vagas limitadas!
Inscreva-se aqui e garanta sua participação!

Coordenação:
Dr. José Roberto Covac, Consultor
Jurídico do Semerj

Realização:
logo-semerj-01

SEMINÁRIO SEMERJ: MERCADO EAD E ATUALIZAÇÃO JURÍDICA

Venha debater e atualizar-se sobre esses relevantes temas para o Ensino Superior – Vagas limitadas!

Data: 17/06/2016
Horário: 10h00 às 17h00
Local: Salão Marquês de Paraná – Centro Candido Mendes
Rua da Assembleia, 10 – 42º andar – Centro – Rio de Janeiro

 

MANHÃ:
O Mercado de EAD no Brasil – Alternativas para Crescimento através da EAD

* EAD: “Bolha” ou tendência?
* Uma análise sobre a demanda e oferta de EAD
* Compreendendo o aluno
* O perfil da competição no EAD
* EAD ou EADs: O dilema do “Melhor Produto”
* Tendências para os próximos anos

 

Palestrante:

LUIZ TRIVELATO

Atuou nos últimos 15 anos com Educação Superior no Brasil e América Latina. Exerceu funções relacionadas
ao desenvolvimento de novos negócios, planejamento estratégico, fusões e aquisições na Kroton Educacional
e na Rede Laureate de Universidades. Nos últimos anos, dedicou-se a dois projetos inovadores para o setor: a
SAGAH, provedora de soluções para ensino presencial e EAD, e a Educa Insights, que mudou o conceito de
pesquisas de mercado para o setor de educação.

 

TARDE:
ATUALIZAÇÃO JURÍDICA

– Principais alterações no Decreto 5773, de 2006;
– Instituição de novos indicadores pela Portaria n° 8;
– Aprovação pela CNE da Resolução da oferta de Pós-graduação Lato Sensu

 

Palestrantes:
JOSÉ ROBERTO COVAC E RODRIGO CAPELATO

 

Investimento:

Associada SEMERJ: 1º participante grátis, demais inscrições R$150,00 por participante
Não Associada: R$500,00 por participante

 

Inscrições encerradas

 

Realização:

Logo-Semerj

 

Coordenação Técnica:

Screen Shot 01-06-16 at 11.00 PMScreen Shot 01-06-16 at 11.00 PM 001