EVENTOS

A LGPD nas Instituições de Ensino: Desafios da proteção de dados para o Ensino Superior

Publicada em agosto de 2018, a Lei nº 13.709: Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD, dispõe sobre o tratamento de dados pessoais, inclusive nos meios digitais. Alterou diversos aspectos do Marco Civil da Internet, concentrou diversas normas específicas que já eram exigidas para empresas de alguns setores da economia e ampliou os direitos relacionados à privacidade, liberdade e personalidade das pessoas físicas. Compreender o novo contexto trazido pela Lei, com início de vigência previsto para agosto de 2020, é fundamental e urgente. Sua IES está preparada? Sabe como a LGPD impactará diretamente no relacionamento com os diversos envolvidos em suas rotinas, como colaboradores, professores, alunos, pais e responsáveis? Conhece as principais medidas a serem adotadas na coleta, armazenamento e compartilhamento ou acesso a essas informações?

Venha debater o assunto conosco!

Data: 09/10/2019
Local: Auditório da SNA – Centro – Rio de Janeiro
Horário: das 9:00 às 13:00

Público Alvo:
Advogados, Administradores, Gestores de IES e Profissionais de TI

Programa:
* Um olhar jurídico sobre a LGPD
* Automatização da LGPD
* Gestão de documentos na LGPD

Palestrantes:
Prof. André Roberto de Souza Machado
Prof. Convidado dos cursos de LLM da FGV e do IBMEC, Advogado, Sócio sênior de SMGA Advogados, Membro do CBAr – Comitê Brasileiro de Arbitragem, Membro do IBRADIM, Membro do IBDN – Instituto Brasileiro de Direito dos Negócios. Doutorando em Direito, Instituições e Negócios pela UFF, Mestre em Direito das Relações Econômicas (2002); Curso em Contract Law: From Trust to Promise to Contract – Professor Charles Fried – Harvard, Pesquisador do Programa de Doutorado da UFF.
Principal área de atuação: direito civil e empresarial, com ênfase em contratos.

Gabbi Portilho
Designer com habilitação em marketing, profissional de gestão da informação há 15 anos, com vasta experiência em gestão de documentos e dados analógico especialista em gestão de negócios com foco em inovação, e Gerente de Soluções da Tempo Soluções.

Fernando Nery
Sócio fundador da Módulo S/A, foi membro do Comitê Gestor da Internet do Brasil e do conselho do Softex, ex-presidente da Assespro Nacional e ex-presidente do conselho da Riosoft. Desde 1990, coordena as equipes de projetos brasileiros que são destaques mundiais, entre eles as Eleições Eletrônicas Brasileiras; o Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB); a Nota Fiscal Eletrônica; o Imposto de Renda via Internet; o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM); os Jogos Pan-americanos Rio de 2007; a Rio+20; a Jornada Mundial da Juventude; a Copa do Mundo FIFA 2014 e as Olimpíadas 2016, além de diversos projetos de automatização da gestão de segurança cibernética, governança, riscos e compliance.

 

INVESTIMENTO:
* Associados:
– R$ 300,00 por participante

* Não associados:
– R$ 500,00 por participante

 

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

 

Realização:

Patrocínio

 

 

SEMERJ vem ao Sul Fluminense para debater as Transformações Digitais e Ensino Superior

O encontro regional aconteceu no Centro Histórico Cultural, no campus Olezio Galotti, em Três Poços

Coordenado por um dos vice-presidentes do Semerj, José Ivo de Souza, tendo a presença de representantes das IES do Sul Fluminense, entre elas UGB, UBM e Dom Bosco, o UniFOA abrigou no dia 17 de junho o “1º Encontro Regional do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior do Estado do Rio de Janeiro (Semerj)”, evento inédito na região Sul Fluminense, que reuniu 110 participantes no Centro Histórico Cultural, no campus Olezio Galotti, em Três Poços. Estiveram presentes mantenedores, reitores, pró-reitores, diretores, coordenadores e professores de diversas instituições para debater a “Transformação digital nas instituições de Ensino Superior: a área acadêmica”.

O evento contou com as palestras: “A aprendizagem e a formação em transformação”, ministrada pelo pró-reitor da Unicarioca, Professor Doutor Maximiliano Damas; e “A sala de aula e o professor em transformação”, tema apresentado pelo Coordenador da UC-Semerj, Professor Doutor Alexandre Nicolini.

A diretora executiva do Semerj, Vera Lígia Gomes, falou sobre as missões da instituição, que uma delas é auxiliar no desenvolvimento e treinamento das instituições de ensino: “A ideia é agregar valor. O evento foi pensando para fortalecer todas as regiões do estado e o tema vai de encontro com um dos maiores desafios propostos na atualidade que é a tecnologia”.

Segundo o reitor do UniFOA, Carlos José Pacheco, o Brasil já conta com excelentes projetos, pesquisas e softwares. O que antes era considerado uma tendência passageira hoje é realidade e já muda a vidas. “Hoje em dia não falarmos mais em transformação sem tecnologia. Utilizando-a como aliada, temos relações de ensino/aprendizagem que unem ainda mais aluno, professor e instituição”, destacou o reitor do UniFOA, Carlos José Pacheco.

Nos rumos da indústria 4.0 o questionamento da universidade atual é inevitável. “Ao fazermos um panorama da educação no mundo, podemos atestar facilmente que as instituições de ensino se encontram em estágios diferentes quando nos referimos ao uso da tecnologia. A jornada da transformação digital na educação é um caminho longo ao qual já iniciamos a caminhada”, finalizou o superintendente geral da FOA e vice-presidente do Semerj, José Ivo de Souza.

Sobre o Semerj

Fundado em 21 de dezembro de 1981, o Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior do Rio de Janeiro, foi constituído para fins de estudo, coordenação, proteção e representação legal das IES com base territorial no Estado do Rio de Janeiro. Com o intuito de colaborar com os Poderes Públicos e as demais associações, no sentido da solidariedade social e da sua subordinação aos interesses nacionais.

A missão é representar legalmente as Instituições de Ensino Superior no Estado do Rio de Janeiro, defendendo, perante as autoridades administrativas ou judiciárias, os interesses gerais ou individuais de nossos associados.

SEMERJ – Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior do Estado do Rio de Janeiro.
Endereço: Av. Rio Branco, 277 – sala 1410 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20040-009 
Telefone: (21) 3852-0577 – (21) 3852-0579 | semerj@semerj.org.br.

 

 

Fonte: Canal 36

Por: Carlos DeAraújo- Jornalista

clique aqui

MEC ANUNCIA PESQUISA COM IES PARA APRIMORAR NOTA TÉCNICA SOBRE DIPLOMAS DIGITAIS

Embora seja grande a expectativa do setor particular de educação superior pela publicação de norma técnica que detalhe o processo de emissão e registro do diploma digital, a representante da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESu/MEC), Cristiane Dias Leipiane, informou que a não publicação do documento até o momento se deu em virtude da decisão de divulgá-lo acompanhado de uma pesquisa de avaliação. De todo modo, a previsão é de que tudo seja disponibilizado até a próxima semana.

A declaração foi feita durante o ABMES Regional realizado nesta terça-feira (21), no Rio de Janeiro/RJ, que reuniu mais de 140 representantes de instituições de educação superior (IES) de todo o estado e também de outras unidades da Federação situadas na região Sudeste.

De acordo com Cristiane, as IES serão convidadas a se manifestarem a respeito da nota que vai orientar sobre a aplicação e o uso do Pacote XSD, necessário para a emissão do diploma digital conforme previsto na Portaria MEC nº 554/2019. “A instituição não vai ser identificada, apenas precisará indicar sua categoria e organização acadêmica. Então, fiquem à vontade para se manifestar. Queremos saber qual é o real nível de satisfação com relação à nota técnica”. Para isso, além das questões de múltipla escolha, o formulário contará com campos para a manifestação aberta de cada instituição.

Ainda sobre a nota, como intuito é auxiliar as IES na compreensão das especificidades técnicas para a emissão e o registro do diploma digital, o Ministério da Educação (MEC) solicita que as instituições envolvam suas equipes de tecnologia da informação (TI) para expressarem seus pareceres técnicos. Assim que a pesquisa for disponibilizada, todos serão comunicados por meio do e-MEC.

Educação superior no RJ
Com base nos dados do último Censo da Educação Superior divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas, apresentou o cenário da educação superior no estado do Rio de Janeiro.

Ele chamou a atenção para a relevância da educação a distância para a obtenção do crescimento médio anual de 3,1% no número de matrículas, segundo melhor desempenho da região Sudeste entre 2010 e 2017. Contudo, Caldas alertou para o fato de o índice estar abaixo do verificado nacionalmente. “No mesmo período a evolução média do número de estudantes na educação superior no Brasil foi de 3,8%”.

Visando facilitar na tomada de decisões pelas instituições, também foi apresentado o perfil do estudante no estado: 56% de mulheres, 48% com até 24 anos, 33% de brancos, 54% de egressos do ensino médio em escolas públicas e 58% pertencentes às classes CDE.

Financiamento da inovação
Também presente ao evento, o analista de Projetos da Financiadora de Inovação em Pesquisa (Finep), Renato Magalhães de Souza, apresentou o Finep Educação. A iniciativa possui condições especiais para as instituições de educação superior que tiverem projetos aderentes às temáticas do programa.

Segundo ele, a motivação surgiu por conta das novas tecnologias, da necessidade de as instituições se diferenciarem no mercado e também de formarem melhor seus alunos. Para isso, foram definidas quatro linhas prioritárias: personalização do ensino; metodologias ativas; recursos educacionais digitais para ensino-aprendizagem; e ambientes, estratégias e processos promotores de inovação.

A ABMES estabeleceu parceria com a Finep no sentido de facilitar o atendimento às mantenedoras associadas. Os interessados devem entrar em contato por meio do e-mail educacao@finep.gov.br.

Chamado à união
Como o evento também tem como objetivo unir o setor particular de educação superior em torno de agendas propositivas, Celso Niskier, diretor presidente da ABMES, ressaltou a importância dessa união para o alcance dos resultados que o país necessita no contexto da educação superior.

“No seu âmbito especifico, todo mundo compete, natural, mas em termos de economia e setor temos que colaborar porque juntos vamos produzir resultados para todos. Assim, seremos mais fortes, eficazes, produtivos e impactaremos na vida dos estudantes e da sociedade”, afirmou Niskier.

Também participaram do encontro o especialista em avaliação da educação superior, Paulo Chanan, que com linguagem clara e simples desmistificou diversos pontos em relação ao diploma digital; Jean Martina, professor de Segurança da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que compartilhou a experiência da instituição no desenvolvimento e implementação do seu sistema de emissão de diploma digital, além do diretor de Regulação da Educação Superior (Seres/MEC), Marco Aurélio de Oliveira.

Fonte: Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES

Ver a matéria original clique aqui.

Universidade Corporativa SEMERJ

TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR:
A ÁREA ACADÊMICA

 

Nos rumos da indústria 4.0 – integrante de um mundo caótico, volátil e incerto – o questionamento da universidade atual é tido como inevitável.

  • Como formar um tecnólogo, bacharel ou licenciado com os saberes até aqui reunidos se o egresso lidará com um mundo em profunda transformação?
  • Como preparar este profissional para o mercado de trabalho futuro, se a OCDE prevê a extinção de 60% das ocupações atuais antes da sua aposentadoria?

Currículos, professores, estudantes e modalidades, tudo será diferente. Esse evento então se propõe a investigar quais são os rumos dessa Universidade 4.0.

 

  • PÚBLICO-ALVO
    Mantenedores, Reitores, Pró-Reitores, Diretores e Coordenadores de Curso

 

  • PROGRAMAÇÃO:
    09h00: Abertura
    09h15: Os reflexos das tecnologias na área acadêmica das IES e as novas regras para emissão e registro de diploma por meio digital – Prof. João Roberto Alves, Presidente do IPAE
    09h45: A aprendizagem e a formação em transformação – Prof. Dr. Maximiliano Damas, Pró-Reitor da Unicarioca
    10h45: Grupos de discussão a partir da pauta anterior
    11h15: Coffee-break
    11h30: A sala de aula e o professor em transformação – Prof. Dr. Alexandre Nicolini, Coordenador da UC-Semerj
    12h30: Grupos de discussão a partir da pauta anterior
    13h00: Encerramento

 

  • DATA E HORÁRIO
    DATA: 11 de abril de 2019 (quinta-feira)
    HORÁRIO: 9 às 13 HORAS
    LOCAL: Av. Rio Branco, 277, Sala 1410, Centro, Rio de Janeiro

 

  • INVESTIMENTO:
    IES Associada: – R$200,00 por participante
    IES Não Associada: R$500,00 por participante

 

  • INSCRIÇÕES ENCERRADAS